25 de maio de 2013

Cruz Missioneira: símbolo de história e fé

Herdeira das tradições da Cruz de Caravaca, a Cruz Missioneira é o principal símbolo místico e religioso representante do cristianismo entre os povos nativos das regiões fronteiriças do Mercosul, locais onde frutificou a Ivy marãey, Terra Sem Males.


Cruz de Caravaca
Ela tem seu principal ícone na Cruz que está hoje localizada dentro do sítio arqueológico de São Miguel Arcanjo, Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade, no município de São Miguel das Missões, estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Foi construída pelos primeiros cristianizadores em pedra arenito com a mão-de-obra dos índios guaranis, a partir do modelo trazido de Caravaca de La Cruz, Província de Múrcia, localizada na Espanha. Este é hoje um dos locais santos da humanidade que inclusive concede indulgência plenária. Sua construção aqui nas Missões Guarani resultou da decisão do padre Francisco de Robles e de outros companheiros com a finalidade de difundir este símbolo por toda a América desde o final dos anos 1600.

Cruz Missioneira no topo do antigo altar da redução de San Ignacio Guazu,
Paraguai, o primeiro dos povos missioneiros.
As Missões são uma região com opções de turismo e peregrinações, encontro de caminheiros que buscam o seu caminho espiritual, um lugar para o auto-conhecimento. Seus sítios são referidos por muitas pessoas como possuidores de grandes energias. Desde os primeiros tempos do cristianismo nas terras americanas ocorre o uso da Cruz Missioneira como um poderoso símbolo "afugentador dos males da carne, do espírito e também das forças da natureza".


Como símbolo da presença de Cristo, a Cruz Missioneira, vem sendo estudada por pesquisadores sobre seus efeitos como ícone religioso e histórico. O uso deste poderoso instrumento tem se intensificado a partir de muitos relatos de estados de paz, harmonização espiritual e recuperação da confiança.


Este símbolo que ao longo da história teve e ainda tem grande importância para os habitantes da região missioneira, ganha diferentes significados a cada um que aqui chega. Seja por sua simbologia mística, seja por seu componente histórico, esta cruz de dois braços tornou-se uma importante representação da história que ocorreu nestes pagos.




Nenhum comentário: